html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml" xml:lang="en" lang="en"> Marcio Guima - Cantor e Compositor

Marcio Guima - Cantor e Compositor

segunda-feira, agosto 01, 2011

Festival em Caetanópolis-MG


Márcio Guima apresenta o show tributo á Clara Nunes dia 13 de agosto,
acompanhado da banda  "Cavaco Bento"na
 abertura do show da Velha Guarda da Portela.


quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Vídeo: Iracema (Adoniran Barbosa)

quinta-feira, outubro 28, 2010

Entrevista ao grupo Capim Seco-BH


Os Sobrinhos da Música Brasileira!
• Postado por Michelle Andreazzi
Grupo Capim Seco(BH)

foto: Marcio Guima

A história começa assim: O Capim Seco estava em trio fazendo mais um samba no Alfândega Bar. Eu cantando e tocando pandeiro, o Bidu cantando e tocando violão e o Luizão na “percuteria”. O show estava mais intimista, o público ficou sentadinho ouvindo e cantando as músicas. Em meio a esses que ouviam em silêncio nossas interpretações apareceu um rapaz que de olhos fechados se deleitava com as canções. Esse rapaz puxou conversa com o Júlio, um dos donos da casa, e disse que estava gostando muito do grupo, que a cantora o fazia lembrar sua tia... O Júlio nessa hora deve ter imaginado aquela senhora velhinha, do coral da igreja e com muito vibrato na voz. Mas então o rapaz completou: - Minha tia Clara!
Isso mesmo, o tal moço é sobrinho da nossa “Deusa dos Orixás”, Clara Nunes. Seu Nome é Marcio Guima, e ele é também cantor e compositor.

Aproveitamos a oportunidade pra conhecê-lo e descobrimos que ele freqüentava os shows do Capim nos primeiros anos de banda, quando tocávamos no “Fuxiquim”. Aí a festa se instalou, ele subiu no palco e fizemos uma série de músicas em homenagem à Clara Nunes. Cantamos de ”Portela na Avenida” (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro), a “As Forças da Natureza” (João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro) e pra completar ainda fizemos uma entrevista com ele.

Marcio nos contou que aprendeu violão com sua mãe, Vincentina, e que sempre tinham o costume de ouvir atentamente os discos da ”tia Clara” em casa. Disse da influência recebida em sua carreira e de sua grande admiração por Clara: “Aos 15 anos tive a coragem de mostrar a ela minha primeira composição esperando sua aprovação e crítica. Participava nesta época (anos 80) de festivais no interior de Minas. Clara sugeriu-me vir para BH, e estudar música, canto. Fiz o combinado e estou desde 1984, um ano após sua morte exercendo o ofício musical. Hoje sempre que posso faço homenagens a ela.”

foto Clara Nunes: Wilton Montenegro

Sobre a sua família Guima conta: “Minha mãe é Vicentina Pereira Gonçalves, irmã de Clara, nascida em 1936 em Caetanópolis, terra natal de Clara Nunes, antiga Cedro, distrito de Paraopeba. Todos os sete irmãos (José, Ana Filomena, Maria Gonçalves, Joaquim, Valdemira, Vicentina e Clara) trabalharam em fábrica de tecidos, a Cedro Cachoeira, em Caetanópolis. Na vinda para Belo Horizonte, em 1958 minha mãe foi quem trouxe primeiramente dois irmãos para trabalhar também em fábrica de tecidos, a Renascença no bairro de mesmo nome em BH. No ano seguinte veio Clara, com 17 anos e logo foi contratada também trabalhar lá. Foi operária de 1958 a 1963, intercalando com a música que era inicialmente uma diversão e logo passou a ser profissão(...)”

Marcio falou também da trajetória artística de sua tia, no entanto, acredito que o mais interessante neste encontro é publicar suas memórias e impressões pessoais. Por isso a biografia de Clara ficará por conta, pra quem se interessar, de Vagner Fernandes com o livro “Guerreira da Utopia” e aqui deixo apenas o relato íntimo do sobrinho Márcio: “Para mim existe duas Claras. A Clara Nunes consagrada como artista, e a tia Clara como aprendi a chamá-la desde criança. Suas vindas a BH eram em festas de fim de ano e shows no Palácio das Artes, Minas Tênis e etc. Ela passava o Natal e Revellion conosco curtindo férias em Caetanópolis, visitando amigas e parentes da região. Sua simplicidade e mineirice faziam desse período a alegria da família e irmãos. A Dindinha (irmã mais velha de Clara) foi quem a criou, já que ela ficou órfã muito cedo, aos 4 anos. Sua casa em Caetanópolis virava um ponto de encontro no final de ano para amigos e fãs. Clara nunca negava uma foto, um autógrafo, uma atenção aos admiradores.

Minha lembrança mais antiga remete aos brinquedos que ganhava, as rodas de música em família, as folias de rei que ela se emocionava ao assistir, aos irmãos em volta com os casos antigos, e o carinho que tinha com os sobrinhos, já que Clara se emocionava com crianças. Desejo de ser mãe negado pela natureza.”

Marcio Guima manifestou em nossa entrevista mais que sua admiração pela pessoa Clara Nunes, manifestou a admiração que também nós do Capim temos pelo legado da artista. “A obra gravada por Clara Nunes é atemporal, não datada. Ficou para toda uma nova geração, e a qualidade musical de seus sucessos é incontestável. Sua grande preocupação era trazer compositores compromissados com a boa música brasileira, e teve a felicidade de cantar grandes compositores como Paulinho da Viola, Chico Buarque, Candeia, João Nogueira, Paulo César Pinheiro, dentre tantos.
A mística de seu trabalho é outra dimensão que a torna um mito com todo simbolismo da afro-religião-brasileira, que ninguém mais que ela soube retratar. Hoje ,Clara Nunes é um ícone dessa manifestação.(...) ”

Sobre o encontro com o Capim Seco e a nossa relação com a obra de sua tia Marcio diz: “Fico feliz ao ver o grupo Capim Seco cantar coisas da Clara Nunes e o público logo se identificar. Michelle é afinadíssima e tem uma bela voz. O grupo tem harmonia e o repertório é de primeira qualidade buscando as raízes da boa música brasileira. Lembro do grupo desde o início em bares de BH e sempre os admirei. Desejo-lhes sucesso, o que tenho certeza que com o primeiro CD será aberto ao grande público o talento dos mineiros do Capim Seco.”


Para nós do Capim Seco foi um encontro inesperado, mas ao mesmo tempo muito rico cultural e artisticamente. Aos que não estavam lá fica a nossa entrevista e as fotos, e que venham sempre, os sobrinhos, os filhos e os netos dos grandes artistas ao nosso encontro. Porque somos da mesma família! Herdeiros da música e cultura brasileira.
Salvem Clara, salvem a cultura afro-brasileira, salvem os sobrinhos da música brasileira!
Obrigada Márcio!
Michelle Andreazzi
www.alfandegabar.com.br


sexta-feira, setembro 24, 2010

Homenagem à Monarco -Velha Guarda da Portela-Rio

24 setembro


sexta-feira, setembro 10, 2010

11 de setembro-Macacos-MG


quarta-feira, setembro 01, 2010

se eu fosse...


Opinião para o Jornal Estado de Minas, 01 de setembro 2010.

quinta-feira, agosto 05, 2010



Novo site de samba de Minas no ar!

segunda-feira, julho 19, 2010

Festival

Segue a programação do V Festival Clara Nunes em Caetanópolis-MG
de 01 a 15 de agosto de 2010. Show "Márcio Guima e banda"
14 de agosto 20hs, praça da Matriz, entrada franca.



segunda-feira, março 29, 2010

Agenda de abril 2010



Dia 10 de Abril
21:00 hs
Informações e Reservas:
(31) 3225-6114 / (31) 8452-5968
http://www.charlesbar.com.br/





Rua Fernandes Tourinho 597

Savassi

quarta-feira, julho 22, 2009

Festival Clara Nunes


quarta-feira, abril 01, 2009

quarta-feira, agosto 13, 2008

"Feira de Mangaio" ao vivo

Vídeo gravado no Festival Clara Nunes em Caetanópolis.

Música: "Feira de Mangaio" de Sivuca e Glorinha Gadelha,

grande clássico gravado por Clara.

quarta-feira, julho 23, 2008

3º Festival Clara Nunes-Caetanópolis-MG











Clique na imagem e veja ampliado.




quinta-feira, junho 19, 2008

Em agosto


Foto: Festival Cultural Clara Nunes/Caetanópolis-MG
lll Festival Clara Nunes -Caetanópolis- MG
A Secretaria Municipal de Cultura de Caetanópolis-MG, terra natal de Clara Nunes, fará realizar o lll FESTIVAL CULTURAL CLARA NUNES, no período de 09 a 17 de agosto de 2008.Breve trarei a programação de shows.

segunda-feira, abril 16, 2007

CD MARCIO GUIMA

Projeto:
CD MÁRCIO GUIMA


















Projeto aprovado na Lei Roaunet 2007
Prazo:01/01/2007 a 31/12/2007
Gravação do CD “Márcio Guima”
Resumo:
Número aprovação: 060356 Lei Rouanet

Justificativa:
Márcio Guima é um cantor/compositor relativamente conhecido no meio musical de Belo Horizonte e interior mineiro com trabalhos realizados há 18 anos de carreira artística. Márcio é sobrinho da saudosa cantora mineira de Caetanópolis-MG: Clara Nunes (irmã de sua mãe Vicentina), e através de vários trabalhos de resgate de sua memória, pôde gravar sua primeira composicão (O samba Pousou) no CD "De mineira a Guerreira" Tributo a Clara Nunes, lançado pela cantora mineira Eleny Galvan em 2003.
A espera de um bom trabalho musical motivou o cantor através da Lei Rouanet buscar patrocínio de empresas comprometidas com incentivos culturais, recursos esses, para um produto de qualidade tão sonhado pelo artista. A produção prevê a gravação de 2.000 cópias de cds, incluídas no orçamento aprovado no projeto da Lei Rouanet. Serão gravadas composições próprias e de artistas consagrados da MPB.

Vantagens do Patrocínio Cultural
Uma das ações mais eficazes de comunicação empresarial tem sido o investimento em projetos culturais. Cada vez mais o patrocínio e/ou apoio cultural vem sendo utilizado por empresas e instituições com o objetivo de estreitar o relacionamento com a comunidade, já que é comprovado o reconhecimento do público por todos aqueles que investem em ações voltadas ao aprimoramento do cidadão e que atendam às expectativas de uma sociedade sedenta por cultura e conhecimento.

Visibilidade
A empresa que investe em Cultura tem um retorno de imagem institucional, na maioria dos casos, muito maior que a publicidade convencional. O marketing cultural muda a atitude do público com relação à marca/empresa. No mercado competitivo, o investimento em Cultura é um grande diferencial da empresa.

Mídia
Todo o trabalho (CD e Shows) será divulgado na imprensa convencional-cobertura jornalística (mídia espontânea) e também nas rádios (spots). Banner, cartaz, filipeta; todo este material será distribuído no decorrer das apresentações e levará a logomarca da empresa patrocinadora.

Patrocínio
O projeto "CD MÁRCIO GUIMA" foi aprovado com um investimento no valor de mercado. No caso de um patrocinador exclusivo, este pode assinar sozinho o evento.

Benefícios Fiscais
Além de difundir a Cultura, contribuir com o desenvolvimento social e obter ganhos significativos de imagem, o patrocinador/apoiador ainda pode contar com benefícios fiscais, através da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet 8313/91) que permite ao investidor abater parte do valor investido no IR devido.

Participe desse investimento!

Contatos:
marcioguima@pib.com.br
(31)3222-6386 comercial

segunda-feira, janeiro 08, 2007

Janeiro


Show: No Bar A Casa
Dia 11 janeiro-quinta
Dia 24 janeiro-quarta

Márcio Guima

acompanhado
de Percussão

terça-feira, novembro 28, 2006

Agenda de Dezembro 2006















Em dezembro:

Noites Românticas no Nova Estação!
Márcio Guima
acompanhado violão e bateria
Todos os sábados
21:00hs

contatos:
marcioguima@pib.com.br

segunda-feira, novembro 20, 2006

25 de novembro









apresenta:


Márcio Guima
voz,violão,percussão

Sábado 25 novembro

21:00Hs

Bar A Casa
Rua Padre Marinho 30
Ao lado Teatro Sesiminas
Funcionários
Belo Horizonte-MG
Reservas:3241-1608







contatos: marcioguiima@pib.com.br




sexta-feira, novembro 10, 2006

Márcio no programa "Fantástico"















http://gmc.globo.com/GMC/1,,2465-p-M578825,00.html




Vai começar o concurso de marchinhas para o Carnaval 2007Estão abertas as incrições para o II Concurso Nacional de Marchinas para o Carnaval 2007. Mais de 600 músicas foram inscritas na primeira edição. Os candidatos do último concurso prometem ir à forra !


Assista a entrevista com Márcio Guima no programa Fantástico deste domingo 12 de novembro, um dos finalistas do Concurso de Marchinhas "Prêmio Emilinha Abóbora" 2006 promovido pela Fundição Progresso-Rio de Janeiro ,apoio do Fantástico. Márcio canta "Primavera", marcha-rancho composta para o Festival.As inscrições para 2007 abrem durante o programa de domingo.

A volta das marchinhas
A primeira música, feita especialmente para animar o carnaval, foi exatamente uma marcha: "Ô Abre Alas", composta por Chiquinha Gonzaga, em 1899.
"Os melhores carnavais de todos os tempos foram aqueles realizados na década de 30, 40, 50 e 60 - isso do ponto de vista musical. Porque as marchinhas imperavam. Até hoje as músicas mais cantadas no carnaval, são duas marchinhas antigas: "Mamãe Eu Quero" e "Cabeleira do Zezé", conta Sergio Cabral, crítico musical.
"Mamãe Eu Quero", composta por José Luiz Rodrigues Calazans - o Jararaca, da dupla Jararaca e Ratinho - ganhou o mundo e, com Carmen Miranda, chegou ao cinema americano.
Fácil para tocar e simples para cantar, a marchinha embalou os foliões nos bailes, arrastou o povo nas ruas e consagrou uma rainha: Emilinha Borba, que, até sua morte, no ano passado, gravou centenas de marchinhas.
Mas o gênero não se renovou. Nas últimas décadas, muito pouco foi produzido e quase nada foi aproveitado. Nas ruas, nos bailes só os sucessos antigos.
Em novembro do ano passado, um desfile organizado pelo promotor cultural Perfeito Fortuna, pelas ruas do centro antigo do Rio de Janeiro, mostrou que a rapaziada está ligada, curte carnaval, só que o tema das músicas envelheceram.
"Faltava o quê? Uma marchinha nova, para o cara fazer a crítica social, a crítica política”, observa o produtor cultural Perfeito Fortuna.
Está chegando aí uma nova safra de marchinhas para animar o carnaval deste ano.


http://gmc.globo.com/GMC/0,,2465-p-MC18-M578825,00.html

Contatos:
marcioguima@pib.com.br

sábado, outubro 21, 2006

Música: O Samba Pousou!




Título CD : Clareia-me - De Mineira à Guerreira (Tributo à Clara Nunes)Artista: Eleny Galvan

A interprete mineira Eleny Galvan escolheu como tema para o seu terceiro disco as canções da guerreira Clara Nunes. Assessorada pelo arranjador Geraldo Vianna com leituras exatas e personalíssimas Eleny faz deste trabalho um legitimo tributo a uma das mais carismáticas cantoras de todos os tempos da MPB.

Com destaque para as faixas Guerreira e Menino Deus, o disco conta com a participação especial de Marcio Guima, sobrinho de Clara, que escreveu especialmente para o disco a faixa "O Samba Pousou", a música que voce ouve ao fundo.

Onde comprar:
http://www.tratore.com.br/catalogo/cd.asp?id=7898369063148

O Samba Pousou
Letra e música: Márcio Guima

O samba parece que quer se aconchegar
morena quando cai na roda quer dançar
em Minas o feitor mandou cantar
senzala não é só pro "nêgo" se esparramar
o som da chibata no tronco pode chorar
samba é prá Ioiô, samba é prá Iaiá

Eu vim lá do reino do Congo-Àfrica
penei nos porões de navio em alto-mar
o samba é um jeito da gente se libertar
cantando eu sei que as correntes vou soltar
o som da chibata no tronco pode gritar
samba é prá Ioiô, samba é prá Iaiá

Brasil é a terra que o samba quer ficar
mas já viajou para Marte prá tocar
o samba já afirmou em além-mar
em outro planeta pousou prá despertar
a gente não sabe onde o samba vai chegar
Samba é prá Ioiô, samba é prá Iaiá...

Contatos:
marcioguima@pib.com.br

domingo, outubro 08, 2006

Texas Pub





Márcio Guima
acompanhado de percussão

Mpb e Samba!
Dia 28 de Outubro
Horário:20:00hs
Sábado


Texas Pub

Rua Oriente 457 - Serra

Telefone: (31) 3223-9481

Capacidade:180 pessoas

Impropriedade: Livre



Agenda de Outubro:
Dia:
05/10 Bar Nova Estação-Barro Preto
11/10 Festa Particular- Br 040
14/10 Bar A Casa- Funcionários
20/10 Festa Particular-Pampulha
26/10 Bar A Casa-Funcionários

28/10 Bar Texas Pub-Serra

Contatos:
marcioguima@pib.com.br

quarta-feira, outubro 04, 2006

05 de Outubro-Quinta













Show "Márcio Guima"
Samba e MPB
acompanhado de percussão
Dia 05 de outubro
Quinta-feira às 20:00hs

Bar Nova Estação
Rua Mato Grosso 697 Barro Preto
Belo Horizonte-MG
Tel:3291-1584

segunda-feira, setembro 25, 2006

Márcio Guima- 28 de setembro














MÁRCIO GUIMA

Próximo Show: Bar A Casa
Quinta-feira dia 28 de setembro
20:00hs
Couvert: 5,00

Contatos:
marcioguima@pib.com.br

terça-feira, setembro 19, 2006

Show de aniversário
























Venha comemorar o aniversário de
Márcio Guima no sábado dia 23!
Show às 20:00hs
acompanhado de percussão

Texas Pub
Rua Oriente 457
Serra- Belo Horizonte
Tel: 3223-9418

abaixo, o mapa:
























Contatos:
marcioguima@pib.com.br

quarta-feira, setembro 13, 2006

Sábado dia 16 de setembro:

Show

"Márcio Guima"











O mineiro de Belo Horizonte Márcio Guima, apresenta-se neste sábado dia 16, no bar A Casa, ao lado do Teatro Sesiminas acompanhado de percussão. Márcio Guima traz à Belo Horizonte parte da homenagem à tia Clara Nunes, com sucessos como Conto de Areia, Nação e Na linha do mar.O show traça um perfil das canções inesquecíves da MPB e do samba. http://www.guiabh.com.br/
Indique para um amigo


Local: Bar A Casa.
Rua Padre Marinho 30
Ao lado do teatro Sesiminas
Funcionários-Belo Horizonte
Tel: 3241-1608
Data: 16/09/2006 sábado
Horário: 21h.
Tipo: [MPB]
Couvert artístico:R$6,00.



Marcio Guima é cantor e compositor,atua na capital mineira em casas de shows,bares,teatros.Sobrinho de Clara Nunes,Vice-presidente do Instituto Clara Nunes em Caetanópolis-MG, ajuda a cuidar do acervo da tia que breve será aberto ao público com a criação de um memorial em sua homenagem.
www.claranunesvozdeouro.blogspot.com

domingo, setembro 03, 2006

Setembro














O mineiro Márcio Guima,cantor e compositor,
apresenta o show "Sambasábado" no próximo
dia 09 de setembro, relembrando grandes sucessos
do samba e de sua tia Clara Nunes.


Local: Bar A Casa.- Rua Padre Marinho 30 - Ao lado do teatro Sesiminas Funcionários-Belo Horizonte Tel: 3241-1608
Márcio Guima
Data: 09/09/2006
Horário: 21h.
Tipo: [MPB]
Local: Bar A Casa

(31) 3241-1608.
Preço:
Couvert artístico:R$6,00.

http://www.agendabh.com.br/shows.php?acao=2&codshw=1300

Próximos Shows Márcio Guima:
Dia 9 de setembro-sábado
Dia 16 de setembro-sábado

Bar A Casa
Rua Padre Marinho 30
Ao lado do teatro Sesiminas
Funcionários-Belo Horizonte
Tel:3241-1608
Horário:21hs
Couvert Artístico: 6,00

Contatos:
marcioguima@pib.com.br

quarta-feira, agosto 23, 2006









Você está ouvindo
gravação ao vivo com
Márcio Guima em formato MP3.





Fico Assim Sem Você

Composição: Claudinho e Buchecha

Avião sem asaFogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bolaPiu-piu sem Frajola
Sou eu assim sem você
Porque que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantesVão poder falar por mim

Namoro sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você
Tô louca pra te ver chegar
Tô louca pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaçoQue falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigoPor quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estradaQueijo sem goiabada
Sou eu assim sem você
Porque que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instanteNem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim
Eu não existo longe de você...

Contatos:
marcioguima@pib.com.br


Márcio Guima
Data: 26/08/2006
Horário: 21h.
Tipo: [MPB]
Local: Bar A Casa
Endereço: Rua Padre Marinho 30
(31) 3241-1608.
Preço: Couvert artístico:R$6,00.
http://www.agendabh.com.br/shows.php?acao=2&codshw=1300

terça-feira, agosto 22, 2006

Show no Bar A Casa





















RELEASE

O cantor MÁRCIO GUIMA começou sua carreira através de um prêmio de Melhor Cantor Amador no ano de 1985 da cidade de Belo Horizonte, dado pela LIVRE PRODUÇÕES, empresa de eventos que logo promoveu sua estréia no Cabaré Mineiro, grande palco de sucesso nos anos oitenta na capital mineira,comandada pelos amigos: Wagner Tiso e Milton Nascimento.
Márcio Guima também é sobrinho da saudosa intérprete de Minas: Clara Nunes, irmã de sua mãe Vicentina Pereira. Sua estréia no cenário musical deu-se com um Show em homenagem à tia “Clareia-me” ,dois anos após seu falecimento , no dia 2 de abril de 1985.

No ano seguinte, voltou ao Cabaré Mineiro, agora mostrando suas composições próprias no Show “A Paixão e a Mentira”.Com a projeção do espetáculo, pode viajar pelo interior, recebendo convites para se apresentar em Brasília na Boate Corte do Hotel San Paul, nos dias 3,4 e 5 de maio de 1986.
Depois de participar de vários festivais de música pelo interior mineiro, premiado em 1º lugar com a canção “Itaipu” na cidade de Sete Lagoas, 2º lugar com a canção “Vida”em Pedro Leopoldo, o artista volta para Belo Horizonte, e se apresenta em casas de shows e teatros da cidade,apresentando seu trabalho autoral .Dentre eles: Teatro Imprensa Oficial (hoje Teatro Clara Nunes) no ano de 1987, Teatro Francisco Nunes no mesmo ano, Casa de Show Rococó e Tulipão no ano de 1988.

Em 1989, Márcio foi convidado a se apresentar todos os fins de semana no Hotel Othon Palace ficando durante três anos no Bar Varandão.Nos anos seguintes, acompanhado de banda ou só com o violão, o músico se apresentou em bares e restaurantes da chamada noite Belohorizontina .
No ano de 1998, Minas presta várias homenagens à sua tia Clara Nunes, e novamente Márcio é convidado a montar novo Show cantando os maiores sucessos da mineira de Paraopeba.”Clara-Salve o Samba, Salve Ela” estreou na casa de Show Jequitibar naquele ano, ficando em cartaz até o ano seguinte percorrendo cidades do interior. Sua luta em manter o nome vivo da sua tia, lhe dá outra oportunidade ao ser convidado à participar do CD “De Mineira `a Guerreira” gravado pela cantora Eleny Galvan, produzido com recursos da Lei de Incentivo `a Cultura Municipal no ano de 2000.Eleny Galvan gravou “O Samba Pousou, composição de Márcio e o convidou para um dueto e participações nos Shows promovidos.

Hoje, o artista faz shows na capital mineira, atualmente se apresentando nos bares e casas de shows e prepara a gravação de seu primeiro CD, através de Lei de Incentivo, já que conta com mais de 50 composições suas e de parcerias, todas elas MPB.
Contatos:
E-mail:
marcioguima@pib.com.br

segunda-feira, agosto 21, 2006

Clara Biografia














Foto Montagem:Neide Pessoa

Recomendamos a biografia de Clara Nunes para quem deseja conhecer mais sobre a mineira.

Clara Nunes (Clara Francisca)

Cantora. Nasceu em Cedro (Distrito de Paraopeba), hoje Caetanópolis, onde viveu até aos 16 anos.Era a caçula dos sete filhos do casal Manuel Araújo e Amélia Nunes Gonçalves.O pai tinha o ofício de serrador na fábrica de tecidos Cedro & Cachoeira, e era conhecido como Mané Serrador, violeiro e participante das festas de Folia de Reis.

continua na página Cravo Albim:
http://www.dicionariocravoalbin.com.br/detalhe.asp?nome=Clara+Nunes&tabela=T_FORM_A&qdetalhe=bio

contatos:
marcioguima@pib.com.br

domingo, agosto 20, 2006






apresenta:




SHOW"MÁRCIO GUIMA"
SAMBA E BOSSA NOVA



O cantor e compositor Márcio Guima apresenta-se neste sábado dia 26,
no bar "A CASA" acompanhado do percussionista Rodrigo kal e violão.
SÁBADO, DIA 26 DE AGOSTO

BAR "A CASA"
Horário:21:00hs
Couvert artístico:R$6,00
Rua Padre Marinho 30
Ao lado do teatro Sesiminas
Funcionários-Belo Horizonte
Tel: 3241-1608
Página do artista:

http://www.marcioguimampb.hpg.com.br/

sábado, julho 22, 2006

Próximos shows

Minas não é palavra montanhosa.É palavra abissal. Minas é dentro e fundo... (Carlos Drummond de Andrade)




Foto:Claudinei Athaíde





















































ELENY GALVAN E BANDA
Participação especial: Márcio Guima
Dia 05 de agosto
Caetanópolis-MG
Abertura da Semana Clara Nunes
Entrada Franca
Praça Central

Maiores detalhes no Blog Clara Voz de Ouro:
sobre a Semana Clara Nunes:
http://claranunes.blog.terra.com.br/

quarta-feira, julho 12, 2006












MINEIRO BILL PREPARA ARRAIÁ: No sábado o Mineiro faz o seu arraiá com muitas atrações. O Mineiro Bill que agitou na Copa 2006 agora prepara grandes festas nas férias!

terça-feira, junho 20, 2006

Convite



Márcio Guima

Show MPB e SAMBA


Quinta-feira dia 29 de junho
20:00hs
BAR "A CASA"
Rua Padre Marinho 30

Ao lado do teatro Sesiminas
Funcionários-Belo Horizonte
Tel: 3241-1608


Contatos: procapp@pib.com.br